CV

Formada em julho de 1989 na FEI – Faculdade de Engenharia Industrial – SBCampo – SP em Engenharia de Produção com ênfase em Química. Formada em Artes Plásticas em 1983 pela Escola Panamericana de Arte. Bacharel em Direito pela Universidade Paulista em 2015. Cursou História da Arte no Masp em 1993 e 1994 com os Profs. Luiz Marques, Luciano Migliacio, Agnaldo Farias e Jorge Coli, entre outros.Pós-Graduação e especialização em Restauro de Pintura, Documentos, Fotografias , Obras Raras e Obras de Arte sobre Papel no Centro Técnico Templo da Arte, em São Paulo. Curso de Extensão em Iconografia Religiosa na Pontifícia Universidade Católica PUC-SP. Com formação técnica em Arquitetura, trabalhou com desenhos e projetos arquitetônicos nas Construtoras Figueiredo Ferraz, Wysling Gomes e na empresa de seu pai, a Suplanta. Artista membro da Associação Internacional de Artistas Plásticos da Unesco sob no. 1952/08. Perita em avaliação de acervos de obras de arte por metodologia de ensaios não-destrutivos.  Curadora e Proprietária da Galeria de Arte Area-Artis em Moema de 2003 a 2006.Especialização em gravuras pelo museu de Arte LasarSegal (lito, xilo, metal e solarplate).  Realizou várias exposições individuais, dentre elas a Pinacoteca Benedito Calixto em Santos e MACC Museu de Arte e Cultura de Caraguá, sendo premiada em diversos Salões nacionais e internacionais, inclusive em  duas bienais – Roma e Florença -, destacando-se a Medalha de Ouro no Salão de Cannes-França em 2007.

Participou como Curadora nos salões  “I Salão de Artes Plásticas Solar dos Andradas – CPOR/SP” em 2014,  Salão de Artes da Marinha em Comemoração aos 150 anos da Batalha do Riachuelo em 2015- Centro Cultural da Marinha SP , do Salão de Artes Plásticas do Comando Militar do Sudeste em 2015 e Da Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Campinas 2015.

Atua como membro do Juri no Clube Paineiras do Morumbi na Maratona Cultural da ACESC – Associação de Clubes Esportivos e Sócio Culturais de São Paulo desde 2012, e Membro do Júri do Salão Do SINAPESP-AIAP / UNESCO no Centro Cultural Mestre Assis do Embu em 2015. Proprietária da empresa Meyer Eng&Art, com trabalhos de consultoria especializada em arte, realizando projetos, instalações e avaliações mercadológicas e de autenticidade, ou ainda ministrando cursos e palestras na área de Ensaios Não Destrutivos aplicados a objetos artísticos, seja para fins de conservação/restauro como para fins de autenticação.

Participou como palestrante em 2012 no XXX CONAEND – Congresso Brasileiro de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção e 16o. IEV – Conferencia Internacional sobre Evaluación de Integridad y Extensión de Vida de Equipos Industriales pela ABENDI – Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos.

Possui obras em acervos como:Tribunal de Justiça de São Paulo , Prefeitura Municipal de Cannes – França , Banco Banif – Lisboa Portugal, Museu de Pomezia – Itália , UNIVALI – Museu da Universidade do Vale do Itajaí. – SC , Museu de Arte do Esporte Olímpico – Secretaria de Esportes de SP , Museu de Arte do Parlamento do Estado de São Paulo , Museu de Itápolis – SP , Aquanima Brasil – Grupo Santander Banespa , TBC – Teatro Brasileiro de Comédia – SP , Prefeitura Municipal de Caieiras , Coleção Metropolitan Transp, Ventura Holding (grupo Aché Laboratórios) , Grupo Habibs/Ragazzo.

“Devo à técnica em arquitetura e à engenheira a existência da artista. O primeiro contato com desenhos e projetos começou bem cedo, aos quatro anos, quando tive altura suficiente para que meus olhos pudessem alcançar os desenhos sobre a prancheta de meu pai. Aquelas linhas que começavam próximas à minha visão e pareciam desaparecer no infinito me fascinaram desde o início. Ele me contava histórias sobre como era obtida a tinta nanquim, a têmpera, a tinta a óleo e isso despertou a minha curiosidade em conhecer mais profundamente os pigmentos e materiais e, após o curso de Artes Plásticas escolhi a Engenharia Química, onde acabei percebendo que o mundo da Ciência é o mesmo da Arte. O contato com as leis da física, da ótica, da matemática, da química, me revelaram verdadeiros Mestres, inclusive de uma época em que não havia esta separação entre as ciências, além de uma visão particular das coisas, que antes me passavam despercebidas.
Durante 20 anos de atuação como engenheira em empresas multinacionais,  tive a oportunidade de vivenciar as mais diversas realidades e hoje, à frente da Meyer, aplico, principalmente no desenvolvimento de novos produtos junto aos clientes muitos dos conceitos que aprendi no universo da arte ao mesmo tempo em que uso na arte a criação, a técnica e a disciplina dos conceitos que trago da arquitetura e da engenharia.”
Suzana Garcia

Be Sociable, Share!